?>

Entrevista

‘Militares querem olhar para o futuro’, diz Celso Amorim em entrevista

‘Militares querem olhar para o futuro’, diz Celso Amorim em entrevista

Eleições 2022 por RED
26/11/2022 04:00 • Atualizado em 27/11/2022 09:25
‘Militares querem olhar para o futuro’, diz Celso Amorim em entrevista

Ex-ministro da Defesa e das Relações Exteriores falou ao Estadão

Divulgada nesta sexta-feira, 25, a entrevista de Celso Amorim ao portal mostra o conselheiro de Lula tranquilo com relação à posição dos militares na transição de governos. Segundo ele, “o comando das Forças Armadas respeita as instituições e é isso o que interessa”.

A publicação lembra que os militares ganharam protagonismo político na gestão de Bolsonaro, chefiando pastas importantes como Saúde e Minas e Energia, e estatais como Correios e Petrobras. Além disso, pontua que desde o fim do período eleitoral, apoiadores radicais de Bolsonaro estão acampados em frente a quartéis pedindo, entre outras coisas, a anulação da eleição de Lula e intervenção militar.

Mas para Amorim, o assunto já está ultrapassado e vai se dissipar após a saída do atual governo: “Eles (militares) querem olhar para o futuro. Todos querem olhar para o futuro. É página virada. A própria eleição virou isso para trás”. Ainda afirma que “tudo na política é delicado” e que relação conturbada de setores das Forças Armadas com o PT “não vai prevalecer”.

Sobre a possibilidade de voltar a chefiar o Itamaraty, Amorim apenas comentou que ainda não sabe e que “não é ele quem decide”.


Foto de Celso Amorim – site de Lula.

Toque novamente para sair.

X

Ouça nossa rádio ao vivo!

Ouça nossa
rádio ao vivo!

Ou baixe
nosso aplicativo!

X